ta sempre a par das novidades

sábado, 16 de março de 2013

/ sou fruto

Peço perdão à noite por erros que não cometi. Procuro conforto nos braços dos outros e nunca dentro de mim. Resisto à lágrima que tenta sair resisto às verdades pois as não quero sentir. Sou filho de um sonho que tende em não vir, sou fruto de um mal que não vai partir.

Sem comentários:

Enviar um comentário